Pular para o conteúdo

Varredura Telefônica

O serviço de varredura telefônica tal qual a varredura ambiente, é indispensável para quem não quer seus segredos e negócios sendo usados como forma de pressão ou mesmo chantagem. Outra opção para minimizar risco de escuta e grampo é a instalação de equipamentos que alertam quando algum dispositivo estiver ou for instalado nas linhas telefônicas, no ambiente de trabalho ou particular.

O prazo para a execução de cada uma das varreduras é proporcional à área total a ser inspecionada e à quantidade de terminais telefônicos além das características físicas verificadas no local. Para a previsão de custos e estimativa de tempo a ser gasto, uma visita prévia às dependências dos locais a serem inspecionados se fará necessário.

Um laudo técnico circunstanciado é emitido na conclusão de cada uma das varreduras, onde são detectados os pontos positivos da segurança do ambiente inspecionado bem como as vulnerabilidades encontradas na área de investigação.

No âmbito empresarial, os cuidados com as comunicações devem ser cada vez mais criteriosos. Assim, medidas de contrainteligência visando proteção das informações faladas e escritas devem ser objeto de atenção por parte da alta direção.

Esse serviço permite:

a) Análise Preliminar de Risco

  • Análise de risco pormenorizada, voltada para a identificação das principais vulnerabilidades das instalações;
  • Checagem das ferramentas e dos procedimentos internos de contrainteligência utilizados (implantados ou propostos);
  • Desenho de estratégias personalizadas para a condução da Política de Contrainteligência:
    • Segurança de pessoal: Processo seletivo, níveis de acesso, desligamento;
    • Segurança da documentação e do material: Classificação, manuseio, arquivo e destruição de documentos sensíveis, controle de agenda;
    • Segurança das comunicações: Segurança da transmissão (equipamentos de proteção, plano de varredura telefônica) e do conteúdo (criptografia), procedimentos ao telefone;
    • Segurança da informática: Segurança física, de software e de hardware, criptografia;
    • Segurança das áreas e das instalações: Demarcação, controle de acesso e monitoramento de áreas sensíveis (salas de reunião, arquivo, etc.), plano de varredura ambiental.
  • Avaliação das ferramentas de contrainteligência disponíveis no mercado, aplicáveis às soluções desenhadas, de acordo com critérios de confiabilidade, funcionalidade, qualidade e custos;
  • Elaboração da política de contrainteligência;
  • Implantação do projeto em sua integridade.

b) Varredura Ambiental

Ações com a finalidade de detectar equipamentos clandestinos utilizados no monitoramento de ambientes:

  • Inspeção física e visual de salas;
  • Análise do espectro de radiofrequência até 21GHz;
  • Análise de portadoras na rede elétrica;
  • Análise de emissões em infravermelho;
  • Análise de cabeamento, eletrodutos, quadros e objetos suspeitos;
  • Confirmação da detecção através de sinal audível;
  • Desmontagem técnica de tomadas de força (rede elétrica) e telefônicas, interruptores, forros de teto, luminárias e caixas de distribuição para melhor análise e avaliação de sinais suspeitos;
  • Inspeção física de equipamentos de informática utilizados no ambiente;
  • Emissão de laudo técnico a partir das informações coletadas.

c) Varredura Telefônica

Ações com a finalidade de detectar equipamentos clandestinos utilizados no monitoramento de conversas telefônicas:

  • Inspeção de quadros internos de telefonia, sala do PABX, distribuidor geral, tomadas, cabos e equipamentos fixos e móveis de telefonia;
  • Medições elétricas dos ramais e análise comparativa;
  • Análise de fiações suspeitas;
  • Estudo das facilidades do sistema PABX relacionados a segurança;
  • Análise do espectro de radiofrequência junto aos ramais telefônicos a serem inspecionados;
  • Emissão de laudo técnico a partir das informações coletadas.